Boletins

  • Cadastre-se e receba nossas novidades:
  • Notícias
  • Subsídios pedagógicos
  • Eventos
  • Associado

Espaço Pedagógico

Estudantes fazem bolo de fubá ao estudar lideranças e cultura afro-brasileira

Quinta-feira, 29 de dezembro de 2016 - 9h29min

A mistura das diferentes etnias em nosso país possibilitou um rosto multicultural ao Brasil representada na beleza da variedade dos diferentes aspectos que integram a humanidade. Infelizmente, os processo coloniais expostos pela legitimação e imposição da cosmovisão europeia sobre os povos que aqui habitavam impediram que houvesse o respeito e sensibilidade perante seu modo de vida e desenvolvimento.

Embora a história brasileira seja tecida por relações de poder e dominação do colonizador frente aos povos originários e, consequentemente, da população negra oriunda de diferentes regiões da África, por intermédio do tráfico negreiro, ainda assim ambos demonstraram na resistência o anseio pela preservação dos aspectos que compunham sua identidade cultural.

Nesse viés, propomos identificar a contribuição e legado da cultura afro na sociedade brasileira, bem como lideranças e suas ações em prol da liberdade de pensamento, de consciência e religião. Após visualização do documentário A rota do escravo: a alma da resistência houve socialização sobre o impacto da colonização e estudo do líder Zumbi dos Palmares frente o desejo de liberdade da sua comunidade.

Também identificamos as contribuições do povo africano na dança, na arte, na religião, na culinária, no esporte e no cenário político compreendendo que as legislações em prol de ambos, através do sistema de cotas, se referem a medidas que propõe acolher a todos os sujeitos minimizando o sofrimento dessa comunidade, visto que as gerações passadas vivenciaram inúmeras atrocidades que violaram seus direitos humanos e fundamentais.

Abordando a importância da cultura afro-brasileira, da diversidade como fator predominante, da efetivação dos direitos humanos e do exercício da liderança, os estudantes do 7º ano da Escola de Educação Básica Romildo Czepanhik foram convidados a fazer um bolo de fubá para, posteriormente, ser provado pela turma. A atividade envolveu a habilidade do diálogo, da escuta, da interação e da aprendizagem conjunta.

Fonte: Josiane Crusaro Simoni

Anexos

voltar
encaminhe
comente
imprima